Tudo termina em 15/07

•02/07/2011 • Deixe um comentário

O fim de um ciclo.

As sem-razões do amor

•13/06/2011 • Deixe um comentário

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

– Carlos Drummond de Andrade

*Feliz Dia dos Namorados

FICA…

•04/05/2011 • Deixe um comentário

E me fala se não é um PUTA convite?

…vai ter BOLO e… MAIS POSTs!

*Será que eu consigo reativar isso daqui?

**Vamos acompanhar.

ainda.pulsa

•02/01/2010 • 5 Comentários

Desaprendi a usar datas. Anotar ou notar detalhes.
Passei a aceitar o acaso.
Deixei de dar as cartas, controlar os dados, os segundos do relógio.
Aprendi a sentir o vento. A abrir as janelas e deixar o sol entrar.
Só desejo e espero meu futuro. Com tudo o que ele planeja e pode me oferecer.
A casa já está pronta.

*destinos/2010/recomeço.

closer

•23/07/2009 • 1 Comentário

closer_

 

Alice: Não te amo mais
Larry: Desde quando?
Alice: Agora, desde agora.
Larry: Eu te amo!
Alice: Tarde demais. Eu não te amo mais. Adeus.

condicional

•18/07/2009 • Deixe um comentário

Eu sei, é um doce te amar
O amargo é querer-te pra mim
Do que eu preciso é lembrar, me ver
Antes de te ter e de ser teu
O que eu queria, o que eu fazia, o que mais?
Que alguma coisa a gente tem que amar, mas o quê?
Não sei mais

dúvida

•14/06/2009 • 2 Comentários

A vida é bem canalha.